Cooper A1 adquire unidade de secagem de grãos em FW

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Na manhã desta sexta-feira (14), a direção, conselheiros e associados da Cooper A1 participaram da primeira Assembleia Geral Extraordinária Semipresencial da cooperativa. Aproximadamente 100 pessoas acompanharam a AGE pela plataforma de videoconferência Zoom, em dia histórico. A ordem do dia tratou sobre a aquisição de duas unidades de secagem e armazenamento de grãos, em Frederico Westphalen e Vicente Dutra, no Rio Grande do Sul.

Com unanimidade nos votos, os associados aprovaram os investimentos. Foram contabilizados 365 votos entre utilização de boletim de voto a distância e manifestação durante a videoconferência.  Todas as unidades da Cooper A1 estiveram conectadas à matriz durante o evento. O presidente da Cooper A1, engenheiro agrônomo Elio Casarin afirmou que a unanimidade nos votos demonstra um quadro social maduro e confiante no trabalho da Cooperativa.

“O motivo pelo qual estamos fazendo a aquisição destas unidades é pela grande necessidade da cooperativa em adquirir milho e soja para atender as fábricas de rações e a cadeia produtiva”, explicou o presidente. Casarin disse ainda que a Cooper A1 já está tomando posse dessas unidades, e que ficará bem posicionada na região.

As estruturas possuem escritórios, armazéns de insumos, silos metálicos, balança, moegas, sala de máquinas, tomadores, fábrica de farelo e óleo de soja, laboratório para análises de produtos, entre outros equipamentos. Em Frederico há capacidade estática para 240 mil sacas de grãos e a balança com capacidade para 100 toneladas.

Convocação para Assembleia Geral Extraordinária Semipresencial

A Cooper A1 tem um limite de investimentos anual feito pelo conselho, que está previsto em Estatuto Social. Quando se excede o valor, é necessário convocar aos associados para que votem e decidam sobre o futuro da cooperativa. Por isso, há 15 dias o edital de convocação vinha sendo divulgado.

Esta forma de Assembleia semipresencial virtual é uma possibilidade aprovada neste ano em decorrência da pandemia para as cooperativas brasileiras. Os eventos precisam seguir procedimentos de participação e votação regulamentados, e que assegurem a total transparência para os cooperados e órgãos reguladores.

*Com informações da Cooper A1

Doce Sabor
Side3

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas