Sobre a revista

A revista em quadrinhos foi produzida de uma maneira didática pela Comissão Pró-Canonização da Diocese de Frederico Westphalen em parceria de coprodução com Estúdio NES, pretende atingir as famílias e, principalmente, o público infantojuvenil. A HQ retrata o testemunho de vida e santidade dos beatos Manuel e Adílio de uma forma lúdica e contemporânea, com ilustrações ricas em detalhes.

O gibi narra o nascimento, a infância e juventude, os estudos, o ministério sacerdotal, a chegada ao Brasil e a nomeação do beato Manuel como pároco de Nonoai. Os trabalhos que desenvolveu para superar os conflitos e consolidar a paz, suas pregações que incentivavam a mudança de vida e o perdão, suas obras sociais que promoviam a ajuda às famílias e a educação e sua atuação em nome da fé, que o levou a ser vítima da violência que queria superar. Narra à vida do jovem coroinha Adílio Daronch, que aos quinze anos perdeu o pai assassinado por causa dos conflitos violentos daquela época e que junto com o Beato Manuel foi martirizado. O jovem Adílio assumiu os riscos daquela viagem, tornando-se um modelo de coragem e de ousadia para a juventude. O Beato Adílio é o primeiro jovem brasileiro a ser elevado ao altar.

“Nosso objetivo com a HQ é levar a vida dos patronos da nossa Diocese ao público infantojuvenil, de uma forma lúdica e atrativa. A história em quadrinhos é uma maneira criativa de redescobrir a fé através do exemplo deixado pelos Beatos Manuel e Adílio. Outras idades também poderão se identificar com a proposta promovendo a devoção e a história dos Beatos, que nos ensinam a valorizar a família e a vida em comunidade”, ressalta o reitor do Santuário dos Beatos, padre Tiago Wollmann.

O Estúdio NES, de Farroupilha, trabalha na produção de histórias em quadrinhos. Elabora projetos socioculturais e ambientais, revistas, cartilhas educacionais e livros ilustrados. Produziu gibis como A aparição de Nossa Senhora de Caravaggio; Conhecendo Farroupilha, Todos contra o Aedes; Consumo Consciente; Colete e Recicle; Toni, o detetive consumidor; entre outros.

O financiamento do projeto conta com a participação de 33 empresas colaboradoras.

Por: Folha do Noroeste