Intoxicação medicamentosa foi a causa da morte da dentista Bárbara Machado Padilha

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Instituto-Geral de Perícias concluiu os laudos sobre a morte da dentista Bárbara Machado Padilha, 32 anos, cujo corpo foi encontrado na tarde do dia 14 de outubro passado em um matagal de difícil acesso, distante cerca de 300 metros da BR 158, em Santa Maria. “A causa da morte foi intoxicação medicamentosa”, informou a instituição em nota oficial. O laudo pericial foi encaminhado para a Polícia Civil.

A necropsia foi realizada no Posto Médico-Legal de Santa Maria. Já as amostras do sangue, urina e víscera foram coletadas e enviadas para o Departamento de Perícias Laboratoriais, em Porto Alegre. “No DPL, foram realizadas e concluídas análises para apontar ou descartar conteúdo toxicológico, como álcool, drogas e medicamentos”, observou o IGP. “A pesquisa apontou grande quantidade de um composto medicamentoso”, acrescentou.

Por: Correio do Povo

Foto: IGP / Divulgação

Publi Sabor Gaúcho
Side3

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas

Febre amarela é monitorada no RS

A partir de visitas em residências localizadas em áreas rurais de municípios da região Sudeste do Rio Grande do Sul, considerada prioritária para o enfrentamento

Chuva de granizo atinge a região

A chuva que atingiu algumas regiões do Rio Grande do Sul na madrugada desta terça (27) foi marcada também pela presença de granizo. Os registros