Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou três crianças e duas professoras em creche no oeste catarinense

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A Justiça de Santa Catarina determinou na tarde desta quarta-feira (5) a prisão preventiva de Fabiano Kipper Mai, 18 anos, responsável pela morte de três bebês e duas professoras no ataque a Escola Municipal Pró-Infância Aquarela, em Saudades, no oeste do Estado. O crime aconteceu na manhã de terça-feira (4), quando o homem foi preso em flagrante e, devido a ferimentos por tentar se matar após o ataque, foi encaminhado a um hospital da região.

O boletim médico de Kipper informa que ele não corre risco de vida, está estável, mas não tem previsão de sair do hospital. Após receber alta, irá prestar depoimento à Polícia Civil e será levado para cadeia.

— A conversão da prisão em flagrante para preventiva é importante porque temos mais elementos para que ele não seja posto em liberdade provisória — afirma o delegado Nilson Casagrande.

Além de solicitar a prisão preventiva, o promotor Douglas Dellazari, que acompanha o caso, havia pedido a quebra do sigilo do computador de Kipper, que também foi autorizada.

Kipper matou a facadas três bebês – Sarah Luiza Mahle Sehn, um ano e sete meses, Anna Bela Fernandes de Barros, um ano e oito meses, Murilo Massing, um ano e nove meses – e duas professoras – Mirla Amanda Renner Costa, 20 anos, e Keli Adriane Aniecevski, 30.  As vítimas foram veladas em velório coletivo no ginásio municipal e sepultadas no cemitério de Saudades na manhã desta quarta-feira (5).

Por: GauchaZH

Foto: Jornal A Sua Voz

Prevenção básicas

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas