Lotes de água mineral Vida Leve não devem ser consumidos, segundo Vigilância Sanitária Estadual

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Polícia Civil, Ministério Público (MP) e Vigilância Sanitária Estadual autuaram uma fábrica que fica localizada em Alvorada, por envasarem de forma irregular a água mineral Vida Leve, considerada imprópria para consumo. Os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão no local e também em Gravataí, em ação que se iniciou na noite de quinta-feira (25) e terminou na madrugada desta sexta (26).

O estabelecimento já estava interditado desde o ano passado por várias irregularidades, entre elas, presença de fluoreto acima da média na água e de bactérias nos vasilhames. Em comunicado nesta segunda-feira, 29, o Fiscal Sanitário do Município de Erval Seco, Diego Priebe relatou que pelo menos dois lotes da marca não devem ser consumidos: 737 e 736.

A Vigilância Sanitária do Município reforça que todos os produtos desta marca, fabricados após 27 de novembro de 2020 sejam inutilizados.  Informações repassadas pela policia civil adverte que alguns lotes do produto Vida Leve apresentam fluoreto acima da média e bactérias nos vasilhames. Outras informações podem ser obtidas no telefone 37481136 ou whatts 55996237420.

 

Doce Sabor
Side3

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas