Movimento pede atenção dos deputados à privatização de estatais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Sindicatos e o Fórum de Defesa da Água e Saneamento lançaram um movimento contra a privatização da Corsan no Estado. Nesta quarta, 5, faixas alertando a comunidade para chamar a atenção dos deputados gaúchos para a demanda foram colocadas em frente à unidade de Corsan em Erval Seco.

O movimento pede apoio para que os deputados não votem em segundo turno, a PEC 280/2019 que versa sobre a retirada da necessidade de plebiscito para a privatização da Corsan, Banrisul e Procergs. Em primeiro turno, a PEC foi aprovada por 33 votos favoráveis e 18 contrários.

Conforme o delegado do Sindiágua/RS, Gustavo Minuzzi, a intenção do movimento é chamar a atenção dos deputados para esse clamor público. “A gente sabe que derrubando a exigibilidade do plebiscito com a PEC 280/2019, a demanda vai passar. A intenção do governo é privatizar a Corsan, o Banrisul e a Procergs, essas três estatais estratégicas, que são lucrativas. Fazendo isso será cerceado o direito do povo decidir. Então, não é justo e muito menos moral e ético, da parte dos deputados, aceitar que a democracia não escute a escolha do povo acerca do seu patrimônio, pois o povo é proprietário dessas empresas”, defende.

Através da iniciativa, a ideia é de que os eleitores cobrem dos deputados que elegeram, uma posição contrária à PEC. “Muitos deputados da base já compreenderem que há falhas graves no projeto, e a intenção e a modelagem não estão claras na proposta de forma proposital, é a entrega apenas pela entrega. Parece que o governador Eduardo Leite está tentando se habilitar, até outubro, às prévias do PSDB nacional como pré-candidato à presidência da República em 2022 e vai fazer isso a custo de estatais estratégicas e lucrativas do povo gaúcho”, argumenta.

Na região, Câmaras de Vereadores e a prefeitura estão emitindo moções de apoio na defesa da Corsan pública e pela não entrega  do controle acionário da estatal.

*Com informações do Folha do Noroeste

Prevenção básicas

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas