O perfil dos candidatos a prefeito na região

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Apesar de ainda aguardarem a homologação da Justiça Eleitoral, as candidaturas às prefeituras dos 21 municípios de circulação do Jornal Folha do Noroeste já aparecem na plataforma Divulgacand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No total são 50 chapas inscritas para concorrer à majoritária, considerando os municípios de Alpestre, Ametista do Sul, Boa Vista das Missões, Caiçara, Cristal do Sul, Dois Irmãos das Missões, Erval Seco, Frederico Westphalen, Iraí, Jaboticaba, Palmitinho, Palmeira das Missões, Pinhal, Pinheirinho do Vale, Planalto, Rodeio Bonito, Seberi, Taquaruçu do Sul, Tenente Portela, Vicente Dutra e Vista Alegre.

Os municípios que mais têm candidaturas registradas, 4 chapas cada, são Frederico Westphalen e Planalto. Na sequência, aparecem 3 chapas, em Caiçara, Palmitinho, Palmeira das Missões, Seberi e Taquaruçu do Sul. A maioria, 13 cidades, tem duas candidaturas registradas. Apenas Cristal do Sul teve consenso e aparece com apenas uma chapa concorrendo à majoritária.

Em 7 municípios da região de circulação do FN, os atuais prefeitos vão à reeleição: Alpestre, Erval Seco, Frederico Westphalen, Iraí, Jaboticaba, Palmitinho e Pinheirinho do Vale. Quanto à escolaridade, a maior parte dos candidatos a prefeito na região tem ensino superior completo, são 28 candidatos. Logo em seguida, aparece o ensino médio completo, com 13 candidatos; ensino fundamental incompleto, com 4 candidatos; ensino superior incompleto e ensino médio incompleto, com 2 candidatos cada e um candidato tem ensino fundamental completo.

Mulheres

Apesar das campanhas de incentivo, como a ação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pela participação feminina na política, na região, das 50 candidaturas inscritas para os 21 municípios considerados nesta matéria, apenas duas mulheres lideram chapas à majoritária, nas cidades de Planalto e Tenente Portela.

Conforme dados do Ministério da Mulher, nas eleições municipais de 2016, somente 636 mulheres foram eleitas para governar, o que representa apenas 11,6% das prefeituras do país.  A ideia da campanha do governo federal é que cada um dos municípios do país pudesse eleger em 2020, para o cargo de vereadora, por exemplo, pelo menos uma mulher. Mesmo com 52,5% do eleitorado brasileiro sendo formado por mulheres, no último pleito municipal, 1,3 mil municípios do país não elegeram nenhuma representante do sexo feminino para a Câmara de Vereadores.

Por: Folha do Noroeste 

Doce Sabor
Side3

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas