TSE conclui teste de segurança de sistema eletrônico de votação

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O Tribunal Superior Eleitoral concluiu nessa sexta-feira (28) o Teste Público de Segurança do Sistema Eletrônico de Votação. Foram três dias que colocaram à prova dois sistemas usados nas urnas eletrônicas: o Jedi, que é o sistema central, e o Sis, que funciona como uma cerca, para dificultar fraudes. Durante esses dias, peritos da Polícia Federal tentaram invadir os dois sistemas.

De acordo com o secretário de Tecnologia e Informação do TSE, Giuseppe Janino, somente nesta sexta os especialistas conseguiram ultrapassar as barreiras do Sis, mas não chegaram a invadir o sistema principal, Jedi. Para Janino, o teste foi bem-sucedido.

Para dar transparência, a Justiça Eleitoral colocou uma câmera ligada o tempo todo na sala em que ocorria o teste de segurança. Dessa forma, foi possível que o público, em casa, pudesse acompanhar o trabalho.

O presidente do TSE, ministro Luis Roberto Barroso, destacou que a segurança do sistema dá credibilidade e confiança mundial em relação à eleição eletrônica no Brasil.

As eleições municipais deste ano serão excepcionalmente no mês de novembro, com o primeiro turno no dia 15, e o segundo, no dia 29 de novembro.

Entre as mudanças previstas devido à pandemia do coronavírus, estão a dispensa da apresentação da impressão digital, que será substituída pela assinatura do eleitor; e a abertura das seções eleitorais às 7 horas da manhã, uma hora antes do horário habitual.

Por: TSE

Doce Sabor
Side3

Acompanhe no Facebook

Posts Relacionadoas